Incerteza alta e confiança baixa

Por Aloisio Campelo Júnior

Na semana passada, o Banco Central divulgou a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em que é renovada a preocupação com o aumento da incerteza econômica manifestada na ata anterior, do início de junho. O tom é de relativo alívio pela constatação de que o choque de incerteza a partir de maio teria impactado negativamente os índices de confiança, como era de se esperar, mas numa magnitude moderada, sem grandes riscos à economia.