O jogo do presente

Por Rosângela Bittar

O Supremo Tribunal Federal sofreu transformações ao longo do tempo e hoje virou uma instância essencialmente política, sobretudo, além de moral e midiática. Há alguém de menor apelo a um espetáculo do que o ministro Celso de Mello? No entanto, é solene, incompreensível e pop como ele só. O que está em jogo não é o nome de Alexandre de Moraes para integrar a Suprema Corte, ele tem qualificação técnica e adequação política para a vaga de ministro do STF.